top of page
Buscar

Locadoras no Rio Grande do Sul têm prejuízo milionário por não contratarem seguro

As locadoras nas proximidades do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, enfrentam um dilema: a maioria dos veículos danificados não tinha seguro para casco. Segundo dados da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) trazidos pelo portal Quatro Rodas, o setor de locação estima prejuízo de R$ 336 milhões em todo estado, considerando 985 locadoras de automóveis, com uma frota de 20.226 carros e automóveis comerciais leves.


Segundo a ABLA, o preço médio de um veículo de locadora é de R$ 112 mil. Para se ter uma ideia, cerca de 3 mil carros foram perdidos apenas na capital gaúcha. A maior parte desses veículos estavam no Aeroporto Salgado Filho, que está com as operações suspensas desde o dia 3 de maio. A expectativa é que o local volte a funcionar somente no final do ano.


As locadoras, em função do grande número de veículos, não fazem seguro da frota. Algumas fazem seguros contra terceiros e a maioria só faz seguro obrigatório para passageiros dos carros. “Este é o momento para se repensar a estratégia de proteção de grandes frotas na exposição de grandes riscos da natureza”, afirma Gustavo Doria Filho, fundador do CQCS. “Talvez seja o momento de começar a estudar a possibilidade de cobertura para catástrofes ou stop loss para quem assumir esse tipo de risco”, pontua o executivo. Com o seguro stop loss, a empresa tem estabilidade financeira mesmo quando passa por eventos inesperados que provocam gastos acima do esperado.


Fonte: CQCS


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Marco legal é aprovado com sugestões da Fenacor

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 29/17, conhecido como novo “marco legal” do mercado de seguros, foi aprovado no plenário do Senado nesta terça-feira (18) à noite, poucas horas após passar pela Com

Sincor-MG explica as principais mudanças do "novo DPVAT"

O plenário do Senado Federal aprovou, em maio, o projeto que determina a volta da cobrança do seguro para cobrir indenizações a vítimas de acidentes de trânsito, conhecido anteriormente como DPVAT. A

Comments


bottom of page